Serra abre mais leitos de UTI e espera sair da bandeira vermelha

A região da Serra está ampliando o número de leitos de unidades de tratamento intensivo (UTI) para tentar sair da bandeira vermelha do modelo de distanciamento controlado do governo do Rio Grande do Sul. Entre quarta e quinta-feira, 31 novos leitos de UTIs foram abertos nos municípios de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Farroupilha e Gramado. Com isso, a capacidade de atendimento destas unidades subiu para 224.

Em Caxias do Sul, o Complexo Hospitalar Unimed passou a contar com cinco novos leitos. Em Farroupilha, o Hospital São Carlos teve cinco UTIs habilitadas pelo Estado. Bento Gonçalves havia anunciado nessa quarta-feira mais três leitos e confirmou na quinta-feira outros 10, no Hospital Tacchini. A instituição de saúde chegou a 50 locais de tratamento intensivo à disposição da comunidade. Por fim o Hospital Arcanjo São Miguel, de Gramado, teve oito novos leitos de UTI para tratar a Covid-19.

O presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste do Estado (Amesne) e prefeito de Cotiporã, José Carlos Breda, disse que desde o sábado passado, dia 13 para esta sexta-feira, houve uma queda de 156 para 139 pacientes internados em UTI nos hospitais da Serra. E por outro lado ampliou-se de 193 para 224 os leitos deste tipo de unidade de cuidados intensivos.

Breda destacou o esforço conjunto das prefeituras, hospitais e entidades empresariais para que houvesse essa ampliação. Ele afirmou estar otimista no retorno da região da Serra para a bandeira laranja.

Fonte/Correio do Povo

%d blogueiros gostam disto: