Prefeitura de Rio Grande adota bandeira preta por uma semana para conter avanço da Covid-19

Mesmo a Região Sul tendo passado para a bandeira vermelha no modelo de distanciamento controlado, o prefeito de Rio Grande, Alexandre Duarte Lindenmeyer, anunciou, no sábado (4), que o município vai adotar medidas da bandeira preta na cidade, por pelo menos uma semana.

Com isso, serviço, comércio e indústria, com atividades não essenciais, não vão poder operar nesta semana. O objetivo, conforme a prefeitura, é reduzir o número de pessoas circulando pelas ruas e, assim, conter o avanço do coronavírus.

A determinação começa a valer hoje(6). Após esse período, será feita uma nova avaliação pelo comitê técnico da prefeitura.

O modelo de distanciamento social controlado estabelece protocolos de prevenção à disseminação da Covid-19. O estado foi dividido em 20 regiões. Conforme o grau de risco, cada região recebe uma bandeira nas cores: amarela (risco baixo), laranja (risco médio), vermelha (risco alto) e preta (risco altíssimo). O monitoramento é semanal.

De acordo com a prefeitura de Rio Grande, os serviços essenciais, como supermercados, farmácias e indústrias que produzem insumos para alimentação e medicações, não serão afetados e poderão continuar abertos. Assim como o Porto de Rio Grande, que continuará em funcionamento.

Segundo o Secretário de Município de Desenvolvimento, Inovação e Turismo, Cláudio Dutra, os pontos que determinaram essas medidas mais restritivas são: o aumento de casos de coronavírus na cidade, a lotação das UTIs que atendem Covid-19 e a falta de medicamentos ligados à doença.

Rio Grande tem 10 leitos de UTI Covid. Todos estão ocupados.

Fonte/G1

%d blogueiros gostam disto: