Polícia apreende documentos e computador de advogado suspeito de participar de esquema de atestados falsos no RS

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão preventiva e busca e apreensão na casa e no escritório de um advogado suspeito de participar de um esquema de fraude de atestados médicos, em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (7).

O homem não foi encontrado e é considerado foragido. Nos locais, os policiais apreenderam documentos e um computador.

De acordo com a investigação, o advogado usava atestados médicos falsos para pedir a liberação de presos que seriam do grupo de risco do coronavírus.

O delegado Vinicios do Valle informou que o foragido é suspeito de ter ligação com a soltura de um preso na cidade de Camaquã, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

No mês passado, a Operação Avocat capturou outro advogado suspeito de envolvimento no mesmo esquema. Ele foi preso preventivamente e é investigado por crimes contra a fé pública e contra a administração da Justiça.

Ainda segundo o delegado, os dois advogados, alvos da operação, se conhecem.

“Relação ampla. Parceiros”, pontua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: