Peglow estreia pelo Inter e abre caminho por mais chances: “Gera expectativa”

Foram apenas 20 minutos em um gramado castigado, alvo de duras críticas pelo técnico Eduardo Coudet. Mas João Peglow enfim teve a chance de fazer sua estreia com a camisa do Inter.E já arrancou elogios do treinador, após o empate em 1 a 1 com o Esportivo, no último sábado, na Montanha dos Vinhedos.

O jovem de 18 anos entrou em campo aos 27 do segundo tempo na vaga de Marcos Guilherme e atuou aberto pela esquerda. Por ali, mostrou personalidade e tentou sempre furar a marcação ferrenha do adversário. Sem muito efeito para criar jogadas de perigo.

Mas o suficiente para cavocar seu espaço por mais oportunidades com Coudet na sequência da temporada. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador disse que Peglow gera “grande expectativa” para ele e ao clube. Ainda garantiu que precisará da joia colorada no decorrer do ano.

O plano do clube desde a paralisação, aliás, é dar mais espaço para o atacante no segundo semestre. Mas o argentino também fez uma ressalva. Peglow ainda vive seu primeiro ano como profissional. Terá de passar por um processo de adaptação para a maior exigência física a partir de agora.

– É um jogador com muitas condições. Trabalha há um tempo conosco. Os jovens precisam de adaptação. Sobretudo na parte física. Há uma diferença grande entre o profissional e a base. Mas estou contente por sua estreia. É um garoto que seguramente precisaremos. Gera uma expectativa no clube e em nós – disse o treinador.

Campeão mundial sub-17 no ano passado, Peglow é considerado a principal promessa do clube. O atacante já fazia alguns treinos no time principal em 2019 e foi promovido de vez por Eduardo Coudet na pré-temporada de 2020.

Uma lesão, porém, atrapalhou sua adaptação. O jovem sofreu uma fissura em uma das vértebras da coluna e ficou fora de combate até a paralisação do futebol, em março.

Recuperado, ele voltou a trabalhar normalmente com os companheiros quando o clube retomou os treinamentos em meio à pandemia do coronavírus. Agora, cumpre o plano traçado por Coudet, de dar mais oportunidades ao garoto.

Fonte/G1

%d blogueiros gostam disto: