Ministério Público do Trabalho pede interdição de frigorífico em Caxias do Sul

O Ministério Público do Trabalho (MPT)  encaminhou uma ação na Justiça pedindo o a interdição do frigorífico da JBS localizado no bairro de Ana Rech, em Caxias do Sul. A medida foi encaminhada à 6ª Vara da Justiça do Trabalho da cidade. Segundo a procuradora do Trabalho, Priscila Dibi Schvarcz, foram verificadas falhas graves na unidade que indicam uma situação de descontrole em virtude do surto de coronavírus no lovcal.

Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Caxias do Sul confirmou que 19 funcionários do frigorífico de Ana Rech testaram positivo para a doença. Foi o primeiro surto em local fechado no município. Após a confirmação da contaminação, a empresa recebeu na segunda-feira um prazo de 24 horas para firmar um Termo de Ajuste de Conduta, que no entender no Ministério Público do Trabalho, seria necessário para conter a disseminação da Covid-19. 

O MPT pede à Justiça que determine à empresa o cumprimento de uma série de itens para prevenção ao coronavírus e descontaminação da planta, com multa diária de R$ 50 mil por descumprimento de cada uma das ações previstas.

A JBS deverá se manifestar nesta quarta-feira sobre as medidas encaminhadas pelo MPT.

%d blogueiros gostam disto: