Alto nível dos competidores marca mais um Bocal de Ouro

Mais uma vez respeitando todas as medidas sanitárias conforme protocolo estabelecido junto com a Santa Casa de Misericórdia, a pista do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS) recebeu nos últimos quatro dias o Bocal de Ouro, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). No recinto, apenas proprietários e trabalhadores, além da organização, mas virtualmente um grande público acompanhou as provas pela transmissão nas redes sociais da entidade.

O tempo e a qualidade do gado ajudaram os competidores que estavam concorrendo pelas vagas para a grande final do Freio de Ouro. Em uma grande disputa, era comum movimentos serem premiados com a placa com a nota 10 vinda dos jurados. No final, o Bocal de Ouro consagrou a égua Balisa III do Itapororó, da cabanha Quaraci, de Santa Cruz do Sul (RS), montada pelo ginete Fábio Teixeira da Silveira, como a vencedora nas fêmeas. Já nos machos, o cavalo Santa Alice Posteiro, da Estância Santa Alice, de Rosário do Sul (RS) e da Cabanha El Casillero, de Passo Fundo (RS), guiada pelo ginete Fernando Andrighetti, levou o primeiro lugar.

%d blogueiros gostam disto: